Lagos Plitvice, Croácia

Sabe aquele lugar que você pesquisa por imagens no Google e aparece um milhão de fotos tão incríveis que fica até difícil de acreditar que realmente existe?

“Só pode ser edição de Photoshop, não é possível”

Lagos Plitvice, Croácia

Se você já fez essa busca com as palavras “Lagos + Plitvice + Croácia” provavelmente teve essa sensação.

Agora eu vou te contar uma coisa: saiba que lá, ao vivo, é tudo ainda mais espetacular do que na tela do computador. Seja no verão ou no inverno, a atração mais visitada da Croácia é um daqueles lugares que podemos facilmente chamar de paraíso, até de surreal, se preferir.

Lagos Plitvice, Croácia

E eu não fazia ideia da existência desse parque até 2012. Uma simples foto dessa beleza natural me convenceu totalmente de que deveria conhecê-la com os meus próprios olhos.

O Parque dos Lagos Plitvice, oficialmente chamado de Plitvicka Jezera no idioma croata, é o maior dos oito parques nacionais presentes na Croácia, com uma área de praticamente 300 km2. São quase 30 campos de futebol.

O titulo de parque nacional foi alcançado em 1979, quando foi incluído na lista da UNESCO de Patrimônio Natural da Humanidade. E não é para menos. Afinal, as cachoeiras, as cascatas, as cavernas e os lagos presentes por lá formam espetaculares paisagens, daquelas que dificilmente se esquece.

Lagos Plitvice, Croácia

São ao todo 16 lagos – conectados por diversas cachoeiras, rios e quedas d’água – divididos em dois grupos: lagos superiores (12) e lagos inferiores (4). Com uma variação de tom que vai do azul-turquesa ao verde esmeralda, os lagos são formados por uma água absurdamente transparente e cristalina.

Essa variação na tonalidade da água é resultado da presença de minerais sedimentados no fundo dos lagos, além de micro-organismos, da ação da chuva e até do ângulo de incidência do sol. Tudo isso torna cada cantinho do parque um espetáculo a ser apreciado.

É uma profusão de cores impressionante. Um mosaico inacreditável de tonalidades que se casa perfeitamente com a vegetação sublime e bem preservada do parque.

DSC_4716

E toda essa beleza estonteante só é mesmo possível por causa da preservação. É proibido mergulhar no parque, por isso os turistas precisam seguir as trilhas e passarelas de madeiras montadas sobre a água.

Modéstia à parte, as fotos falam por si. Mas se você também quiser ir ver essa maravilha com os próprios olhos, aqui vão algumas dicas:

  • Existem várias opções de roteiro para ir até os Lagos Plitvice, partindo tanto da capital Zagreb, quanto das cidades de Split ou Zadar, no litoral, que estão a menos de 100 km de distância.
  • É fácil contratar passeios de um dia em ônibus ou vans que saem pela manhã dessas cidades e que permitem explorar o parque por até cinco horas. Foi a opção que escolhi. Para alguns pode até parecer pouco, mas achei bem suficiente.
  • Para quem quer ficar mais tempo conhecendo os lagos, há a opção de se hospedar em um dos hotéis localizados próximos ao parque. A grande vantagem é ter a chance de ser um dos primeiros a entrar.
  • E se quiser mesmo fugir do excesso de turistas, procure ir na primavera ou no máximo no início do verão. O parque recebe mais visitantes nos meses de julho, agosto e setembro.
  • Mas saiba que o parque também abre no inverno, quando apresenta uma paisagem totalmente diferente com a neve. Para alguns, fica até mais bonito.
  • É bem simples explorar Plitvice. Há trilhas por toda parte – todas bem sinalizadas – além de barcos que funcionam como transporte para os visitantes atravessarem os lagos maiores.
  • Por outro lado, a estrutura não é nada excepcional: são poucos banheiros e os restaurantes oferecem apenas junk food. Vale levar alguns lanches, água e sucos na mochila para se alimentar entre uma trilha e outra.

Lagos Plitvice, Croácia

A verdade é que os Lagos Plitvice está na lista de todo mundo que gosta de viajar e de natureza, além de sempre aparecer nos rankings das mais incríveis paisagens da Terra.