Alguns podem até discordar, mas quem ama o futebol de verdade sabe que este globalizado esporte jogado com os pés é muito mais do que apenas 22 jogadores correndo atrás de uma bola.

Arrisco dizer que, até para quem prefere outro tipo de atividade lúdica ou hobby, assistir a uma partida de futebol em um estádio lotado é uma daquelas experiências únicas e transformadoras. O som da torcida, a atmosfera das arquibancadas, a tensão nos instantes de decisão, a euforia de um gol marcado… são momentos capazes de prender a atenção do espectador e provocar sentimentos de muita alegria, prazer a admiração.

E quem é apaixonado pelo jogo sabe que a grande meca do futebol mundial atende pelo nome de Camp Nou, a mítica casa do Futebol Clube Barcelona. O título extra-oficial é atribuído não apenas por sediar as partidas de um dos melhores times do mundo. Toda a aura e imponência do estádio catalão são capazes de ultrapassar fronteiras e conquistar fanáticos torcedores em diversos cantos do mundo.

Só para se ter uma ideia, em 2010, mais de 1,3 milhão de pessoas visitaram o estádio fora dos dias de jogos da equipe catalã. Nas partidas da Liga Espanhola, da Copa do Rei ou da Champions League, quase 100 mil pessoas tem o privilégio de acompanhar das arquibancadas o show de Messi, Neymar, Suarez e cia.

Fui um destes privilegiados durante a minha viagem de volta ao mundo. Pela segunda vez, pude acompanhar in loco uma partida do Barcelona no Camp Nou, desta vez no maior campeonato de clubes do mundo, a Liga dos Campeões da Europa. Mesmo sem Lionel Messi, que estava lesionado, foi uma das melhores experiências que vivi nos meses que passei longe de casa. Por isso, resolvi escrever este relato mostrando como fazer para acompanhar um jogo do Barça na capital da Catalunha.

22657709782_9f69f944a8_o

Comprando ingresso

Pra começo de conversa, diferente do que acontece com a maioria dos times brasileiros, comprar ingresso do Barcelona é absurdamente fácil. O clube catalão possui mais sócios-torcedores do que seu estádio pode comportar. Mesmo assim, na grande maioria dos jogos, muitos desistem de ir e liberam os lugares para o público geral. Apenas fique atento para garantir o seu bilhete com antecedência, alguns dias antes da partida.

Então, basta acessar ao site oficial do clube, escolher o jogo, depois o assento e ser feliz! Se tiver um smartphone, você não precisa nem imprimir o ingresso. No iPhone, por exemplo, o app Wallet vai guardar direitinho a sua entrada, com todas as informações necessárias para facilitar sua vida de torcedor blaugrana por um dia.

Se já não bastasse ser um local obrigatório para se visitar, o Camp Nou fica numa das cidades mais incríveis do mundo. Por isso, em dia de partida do Barça, curtir o clima especial de Barcelona é uma das melhores formas de fazer o tempo passar esperando pelo pontapé inicial.

Pelas praias e praças da cidade, a medida que se aproxima o horário do jogo, você já começa a ver várias camisas azul-grená pelas ruas. A expectativa aumenta no caminho para o estádio, independentemente se você prefere ir de ônibus ou metrô. Se for possível ir a pé, nem se preocupe em descobrir o caminho. Seguir os outros fanáticos torcedores não tem erro!

Aqui vai uma dica esperta: tente chegar ao Camp Nou com 2 horas de antecedência para o início da partida e visite a Botiga do Barça: a loja oficial de produtos do clube. É uma verdadeira megastore, com três andares e milhares de produtos de encher os olhos e esvaziar os bolsos.

Por ser um estádio de 1957, o Camp Nou tem todas as características das antigas arenas de futebol. No Brasil, os melhores exemplos para comparação são o Morumbi, o Mineirão e o Maracanã: grandes estruturas de concreto, com corredores largos e abertos com diversos lances de escadas e de acessos para a parte interna. A diferença é que o Camp Nou é um estádio vertical. São incríveis seis anéis de arquibancadas, com uma visão ampla de todo o estádio, sem pontos cegos. Tudo ali é tão gigantesco que é capaz de você passar um bom tempo só admirando o estádio.

22670887885_2b1794680e_o

“Barça, Barça, Baaaaaarça”

A primeira impressão ao ver o gramado do Camp Nou é de choque. Mesmo que apenas uma parte dos assentos seja coberta, tudo ali parece existir para fazer do estádio um grande caldeirão, capaz de amplificar a voz da torcida e empurrar o Barcelona para o ataque. E os barcelonistas conseguem realmente fazer a diferença. A primeira prova disso é dada pouco antes do início do jogo, quando o início do Barça é tocado nos alto-falantes.

Melhor ainda, no caso da Champions League, é ouvir o hino do torneio, tocado religiosamente sempre antes das partidas, com uma gigante bandeira no formato do símbolo da competição sendo agitada no centro do gramado. A ópera da Champions é de arrepiar e transforma a experiência toda em um verdadeiro espetáculo.

Uma curiosidade é que, durante a partida, exatamente aos 17 minutos e 14 segundos, os torcedores catalães aproveitam para cantar em coro pedindo a independência da Catalunha. O tempo específico de jogo é uma referência a 1714, ano em que uma revolta catalã foi sufocada pela monarquia dos Bourbon, que reinava na Espanha. Além dos gritos ensaiados, é possível ver por todo o Camp Nou diversas faixas e bandeiras nas cores vermelha e amarela.

Agora, para quem gosta mesmo de futebol, o importante é bola na rede. E nos últimos anos, os felizes torcedores do Barcelona se acostumaram a comemorar muitos e muitos gols. Nos últimos dez anos, o Barça levantou por diversas vezes as principais taças do futebol mundial.

Fora isso, o “més que un club” mostrou ao mundo esquemas táticos revolucionários, futebol moderno baseado em troca de passes curtos e total posse de bola, além de trios de ataques infernais. O último deles com origem sul-americana e apelidado de MSN (Messi, Suárez e Neymar).

Até agora posso dizer que fui pé-quente no Camp Nou. Duas partidas e duas vitórias. As duas sem Messi, lesionado (essa é a parte azarada da minha história no estádio). Neste último jogo, contra o Bayer Leverkusen, a vitória de virada veio só aos 36 minutos do segundo tempo, quando Suárez acertou um chute incrível no ângulo para marcar um golaço e decretar a vitória dos donos da casa.

Se todos esses ingredientes de emoção e alegria não são motivos para você sonhar em assistir a um jogo do Barça no Camp Nou, melhor mesmo é ficar em casa. Agora, se você estiver em Barcelona, não perca essa oportunidade. É diversão mais do que obrigatória, como visitar Las Vegas e não assistir ao Cirque du Soleil, ou como ir a Roma e não ver o Papa (com perdão do lugar-comum).